Carrapatos Bovinos: quem são esses inimigos?

Sabe quantas espécies de Carrapatos existem no descritas no mundo? Cerca de 870 espécies de Carrapatos, que podem ser divididos em 3 grupos: 1) Família Ixodidae: que engloba os Carrapatos duros; 2) Família Argasidae: que engloba os Carrapatos moles e 3) Família Nuttalliellidae (com uma única espécie).

O Carrapato Bovino ou Carrapato de Boi é um membro da Família Ixodidae, chamado de Boophilus microplus. São ectoparasitas, também chamados de parasitas externos e hematófagos, ou seja, se alimentam de sangue do hospedeiro, no caso o bovino. Esses Carrapatos, quando adultos, apresentam diferentes características, que os diferenciam em machos e as fêmeas, descritas a seguir:

CARRAPATO BOI GADO BOVINOS VACA
 Fig. 01: Carrapato Bovino (Macho e Fêmea)
  • Carrapato Macho: apresentam tamanho pequeno (de 1,5 a 2,5mm de comprimento), corpo oval-alongado e coloração castanho-avermelhada ou castanho-amarelada;
  • Carrapato Fêmea: são pequenas porém um pouco maior que o macho (de 2 a 2,5mm de comprimento antes de ingurgitar), e chegam a atingir até 13mm de comprimento (aumentando até 200 vezes seu peso) quando ingurgitada. Apresentam coloração entre castanho-claro a castanho-escuro.

Para conhecer melhor o Carrapato Bovino, é importante entender como ele se desenvolve, ou seja, seu ciclo de vida, que é dividido em fase livre (fora do hospedeiro, que ocorre na pastagem) e dura de 2 a 3 meses (dependendo do clima); e fase de vida parasitária (sobre o hospedeiro), que dura cerca de 22 dias.

CARRAPATO
Fig. 02: Carrapato fêmea adulto; Carrapato                                        Fêmea ingurgitada

Na fase parasitária, o Carrapato passa por três etapas (larva, ninfa e adulto), a larva é bastante ativa e busca o hospedeiro, para se fixar na pele do bovino, e após 16 dias se transforma em ninfa e depois em Carrapato adulto; que irá realizar a cópula (acasalamento). Após copular, a fêmea grávida se alimenta de sangue até o ingurgitamento total, aumentando de tamanho (fêmea ingurgitada ou teleógina).

A fase não parasitária começa quando a fêmea ingurgitada ou teleógina, conhecida também por “mamona” ou “jabuticaba”, se desprende do bovino, e cai no solo (iniciando a fase de vida livre) onde busca um local para efetuar a oviposição. Após a postura, de cerca de 3.000 ovos, ela passa a apresenta uma coloração mais amarelada e morre. Após alguns dias, ocorre a eclosão dos ovos, saindo as larvas, que após 1 semana vão em busca do hospedeiro para se fixarem (deslocam para às extremidades da vegetação, a fim de alcançarem mais facilmente o bovino). Nessa fase de larva infestante, são popularmente conhecidas como micuins, dando inicio a fase parasitária do ciclo.

Fig. 03: Carrapato fêmea ingurgitada; Carrapato fêmea adulto; macho adulto; Ninfa

 Assim, o ciclo de vida dos Carrapatos Bovinos variam de 3 a 4 meses; importante informação para o Controle eficaz deste parasita. Entre os métodos de controle empregados para os Carrapatos existem os Métodos Químicos como: Banho de Imersão com produtos antiparasitários, no caso, Carrapaticidas; Aplicação de produtos antiparasitários por meio Pour On; Aplicação de produtos antiparasitários por meio de Spray Aplicação de produtos antiparasitários por meio de aspersão; Aplicação de produtos antiparasitários injetáveis; Aplicação de produtos antiparasitários por via oral.

 No caso do uso de produtos químicos para o controle do Carrapato Bovino, o produtor deve estar atento ao uso em gado de leite e animais destinados ao abate, devido o período residual. Além disto, deve-se utilizar de forma correta, em quantidade e frequências indicadas, a fim de reduzir os problemas como intoxicações e problemas de resistência do Carrapato a estes tipos de produtos. Outro método que auxilia no Controle dos Carrapatos são as Rotações de pastagens e o uso de plantas repelentes (neem e alho). Além esses métodos, um método de Controle que tem aumentado no Brasil, sendo utilizado há muitos anos em diversos países, é o uso de Produtos 100% Naturais no Controle do Carrapato Bovino, na qual se destaca os Medicamentos homeopáticos, como no caso do Parasito H, um produto 100% Natural, que atua de forma rápida, eficaz e segura no Controle deste e outros parasitas bovinos.
Mais informações, esclarecimentos ou auxilio para o Controlar o Carrapato Bovino, entre em CONTATO com nossos especialista.
Fontes: 1) Furlong, J, et al. Carrapato: problemas e soluções. Embrapa Gado de Leite, Juiz de Fora, MG; 2005; 2) Imagem: www.theeagle.com
Direitos reservados: Texto de uso exclusivo da Expressão Animal, sendo permitida sua cópia e/ou réplica somente citando o site (link deste texto) como fonte.

admin

Deixe seu Comentário