Estresse calórico nos Bovinos

ESTRESSE CALORICO BOVINOESTRESSE CALÓRICO ocorre quando o calor produzido pelo animal junto ao calor do ambiente (insolação, etc.), aquece o corpo do indivíduo, no caso BOVINO, além de sua capacidade de perder calor. Com isto, o animal eleva a respiração (troca térmica pelo ar respirado), bebe mais água, procura sombra e “ou” água para imersão, eleva a sudorese, reduz a alimentação e procura não se movimentar muito. Trata-se de uma situação emergencial que pode causar patologia se perdurar.

O ESTRESSE CALÓRICO afeta a Produção Animal, tanto de Leite quanto de Carne, além de levar a diminuição da Saúde, Fertilidade e Reprodução de BOVINOS. Além disto observa-se queda no consumo de matéria seca, no ganho de peso e escore de condição corporal.

 Neste contexto, uma medida importante é utilizar produtos que auxiliam na diminuição do ESTRESSE CALÓRICO, como no caso do Equalizador, um medicamento homeopático que induz o organismo animal a queimar (metabolismo energético) os componentes nutricionais energéticos por via de queima alternativa, obtendo energia com menor exalação de calor no processo, aquecendo menos o corpo, e permitindo que o animal mesmo em situação limite continue produzindo.

Equalizador apresenta alta resposta evitando este ESTRESSE CALÓRICO, com excelentes respostas, sem resíduos e nem necessidade de manejo. Para mais informações, entre em Contato com Técnicos Especializados no assunto.

Fonte: 1) Revista Leite Integral. Especial Estresse Térmico. Revista Técnica da Bonivocultura de Leite, nº 81, ano 9, 2015; 2) Imagem: iepec.com (enciclopédia de raças nelore).

Direitos reservados: Texto de uso exclusivo da Expressão Animal, não sendo permitida sua cópia e/ou réplica sem prévia autorização do portal e do(s) autor(es) do artigo.