Plantas Tóxicas para Bovinos e sintomas clínicos.

Planta Tóxica Cafezinho
Cafezinho

Já foram identificadas centenas de Plantas Tóxicas, no Brasil, sendo que este número aumenta continuamente. Dentre as Plantas Tóxicas para ruminantes, há algumas que se destacam, como as que causam morte súbita, responsáveis por 50% das mortes por plantas em bovinos no Brasil. Deste grupo, Palicourea marcgravii, ou erva de rato (cafezinho), é a que mais se destaca.

A fim de facilitar o reconhecimento de Intoxicações por Plantas Tóxicas, segue uma breve citação; lembrando que é importante a atuação de um especialista nesses casos; como um Médico Veterinário ou nossa equipe técnica.

1)    Plantas Tóxicas que causam “Morte Súbita”: Paulicorea marcgravii (erva de rato); Paulicorea aeneofusca; Mascagnia rígida (tinguí); Mascagnia elegans

2)    Plantas Tóxicas que causam distúrbios gastrintestinais: Enterolofium contortisiliquum (tambor, tamboril, orelha de negro, orelha de macaco, timbaúba); Stryphnodendron coriaceum (barbatimão do Nordeste, barbatimão do Piauí); Ricinus communis (mamona, carrapateira); Plumbago scandens (louco); Centratherum brachylepis (perpétua)

3)    Plantas Tóxicas hepatotóxicas: Crotalaria retusa (guizo de cascavel, feijão de guizo, chocalho de cobra, maracá de cobra, gergelim bravo), Tephrosia cinerea (anil, falso anil), Cestrum laevigatum, Copernicia prunifera (carnaúba)

4)    Plantas Tóxicas nefrotóxicas: Thiloa glaucocarpa (sipaúba, vaqueta)

5)    Plantas Tóxicas que afetam o SNC: Ipomea carnea susp fistulosa (algodão bravo, canudo, mata bode), Ipomea asarifolia (salsa), Ipomoea riedelii (anicão), Ipomoea sericophylla (jetirana), Marsdenia spp (mata calado), Ricinus communis (mamona, carrapateira), Prosopis juliflora (algaroba), Anacardium spp (caju)

6)    Plantas Tóxicas fotossensibilizantes: Floehlichia ulbotiana (ervanço), Lantana spp (chumbinho), Brachiaria spp (braquiária)

7)    Plantas Tóxicas de ação radiomimética: Pteridium aquilinum (samambaia do campo)

8) Plantas Tóxicas que causam anemia hemolítica: Brachiaria radicans (tannergrass), Ditaxis desertorum, Indigofera suffruticosa (anil)

9) Plantas Tóxicas cianogênicas: Manihot esculenta (mandioca, macaxeira), Manihot spp (maniçobas), Piptadenia marcrocarpa (angico), Piptadenia viriflora (angico), Sorgum vulgare (sorgo)

10) Plantas Tóxicas que acumulam nitratos e nitritos Echinochloa polystachya (capim mandante), Pennisetum purpureum (capim elefante)

11) Plantas Tóxicas que promovem distúrbios reprodutivos: Aspidosperma pyrifolium (pereiro), Mimosa tenuiflora (jurema preta)

12) Plantas Tóxicas que afeta pele e anexos: Leucaena leucocephala (leucena)

13) Plantas Tóxicas pneumotóxica: Ipomoea batatas + Fusarium solani (batata doce mofada)

 Por fim, a melhor forma de evitar perdas econômicas, decorrentes por INTOXICAÇÃO POR PLANTAS é a prevenção (manejo de nutrição, de pastagens e medicamentos que ajudam na prevenção de sintomas, como o Produto A Toxi H, que atua na prevenção, cura e melhora de quadros causados por INTOXICAÇÃO BOVINA).

Para saber mais, entre em Contato com equipe técnica, que está pronta para melhor atendê-los.

Fonte: 1) Barbosa, R. R., et al. Plantas Tóxicas de interesse pecuário: importância e formas de estudo. Acta Vet. Brasílica, v.1, n.1, p.1-7, 2007.; 2) Pessoa, C. R. M; et al. Importância econômica, epidemiologia e controle das intoxicações por plantas no Brasil. Pesq. Vet. Bras, v. 33, n. 6, p. 752-758, 2013.