Homeopatia e Pecuária

Morte Súbita: Plantas Tóxicas e Bovinos Parte 3 – Chibata ou Gibata e Arrabidaea japurensis

Sabendo que no Brasil é muito frequente a ocorrência de Morte Súbita nos Bovinos, causada por ingestão de Plantas Tóxicas, daremos continuidade ao 3º texto que descreve as 12 principais Plantas Tóxicas de interesse Pecuário que causam Morte Súbita. Sendo assim, iremos enfatizar neste caso, as Plantas Arrabidaea bilabiata  e Arrabidaea japurensis , descritas a seguir.

"Chibata” ou “Gibata"
Fig. 01: Chibata ou Gibata

Arrabidaea bilabiata:  conhecida por “Chibata” ou “Gibata”(fig 1 e 2), esta Planta depois de Palicourea marcgravi é a considerada a mais importante como causa de Morte Súbita em Bovinos na região Amazônica, nos estados do Pará, Roraima e Acre, onde há uma maior incidência de surtos de intoxicação, principalmente nas épocas de “mudança de gado”, ou seja, entre os meses de julho e agosto, quando o gado é levado para várzea e em fevereiro a março, quando o gado é transferido da várzea para a terra firme, que com fome consomem a planta.

Chibata ou Gibata
Fig. 02: Chibata ou Gibata

Os sintomas de Intoxicações iniciam de 6 a 24 após sua ingestão, onde os Bovinos apresentam instabilidade, tremores musculares, queda, movimentos de pedalagem, mugidos e morte. Por não existir tratamento para este tipo de Intoxicação, torna-se importante a prevenção que consiste principalmente em não deixar que os Bovinos passem fome nas épocas de mudança de gado.

Arrabidaea japurensis
Fig. 03: Arrabidaea japurensis

A outra Planta a ser descrita neste texto é a Arrabidaea japurensis, um cipó (fig. 3), que apesar de ser a Planta Tóxica mais importante da região dos “lavrados” do Estado de Roraima, ainda é bastante desconhecida e não há relatos do seu nome popular. Encontrada em margens de rios, esta Planta é consumida na época seca quando os rios baixam suas águas e os Bovinos pastejam nas margens mais úmidas dos grandes rios, onde há ocorrência da Planta. Os sintomas são semelhantes aos da intoxicação por A. bilabiata, sem existência de tratamento, porém, o animal com manifestação dos primeiros sintomas, deve ser deixado em repouso para evitar a morte.

intoxicação de gadoPor fim, deve-se enfatizar a importância de medidas de Prevenção de Intoxicações por Plantas em geral, que consiste principalmente de Manejo de Pastagens, com eliminação de Plantas Tóxicas, além de medicamentos que auxiliam na prevenção de Intoxicações, como o A Toxi H.

Para saber mais, entre em Contato com Especialista.

Leia também: 1) Morte Súbita: Plantas Tóxicas e Bovinos Parte 1- Cafezinho e Erva-de-Rato;

2) Morte Súbita: Plantas Tóxicas e Bovinos Parte 2 – Roxa, Roxinha e Palicourea grandiflora

Direitos reservados: Artigo de uso exclusivo da Expressão Animal, não sendo permitida sua cópia e/ou réplica sem prévia autorização do portal e autor(es) do artigo.

Fontes: 1) Costa, A. M. D. Plantas tóxicas de interesse pecuário nas microrregiões de Araguaína e Bico do papagaio, norte do Tocantins. Dissertação. UFT – Araguaína – T.O., 2009; 2) Jabour, F. F., et al . Variação da toxidez de Arrabidaea bilabiata (Bignoniaceae) em coelhos. Pesq. Vet. Bras.,  Rio de Janeiro ,  v. 26, n. 3, p. 171-176,  2006; 3) Barros, M.A.B; et al Guia de Identificação das Plantas Tóxicas de Importância Pecuária Ocorrentes no Estado de Rondônia. 1ª. Ed. Rondônia, 2004; 4) Schuanz, A. F. Plantas Tóxicas da Amazônia.  FACIMED. Cacoal – R.O., 2011.

Solicite Seu Orçamento Através do WhatsApp

Ou Solicite
Seu Orçamento Através do Formulário

Preencha o formulário que breve retornaremos o contato. Campos obrigatórios*

Localização
Onde Estamos

R. Francisco Henrique, 298 B.
Ribeirão Claro, Guapiaçú - SP
WhatsApp da Expressão Animal